Book Name:Karamaat e Farooq e Azam رضی اللہ تعالیٰ عنہ

Tomou o mel do Tesouro após a Permissão Pública

Uma vez Amīr-ul-Mu`minīn, Sayyidunā ‘Umar Fārūq-e-A’amرَضِىَ اللهُ تَعَالٰی عَـنْهُadoeceu, e os médicos prescreveram mel para o tratamento. O mel encontrava-se disponível na tesouraria mas Ele رَضِىَ اللهُ تَعَالٰی عَـنْهُnão estava disposto em levá-lo sem a prévia autorização dos muçulmanos. Consequentemente, Ele رَضِىَ اللهُ تَعَالٰی عَـنْهُvisitou o Masjid principal e reuniu o número máximo de muçulmanos possível, para pedir a permissão. Quando as pessoas permitiram-lhe, então Eleرَضِىَ اللهُ تَعَالٰی عَـنْهُ usou.

(Ṭabaqāt Ibn Sa’d, vol. 3, pp. 209)

Ele Fazia Jejuns Continuamente

Sayyidunā Ibn ‘Umar رَضِیَ الـلّٰـهُ تَعَالٰی عَـنْهُمَاdisse que Amīr-ul-Mu`minīn, Sayyidunā Fārūq-e-A’amرَضِىَ الـلّٰـهُ تَـعَـالٰی عَـنْـهُobservou jejuns continuamente durante dois anos antes de sua morte. De acordo com outra narração: Além de Eid-ul-Aḍḥā, Eid-ul-Fir e quando Viajava, Sayyidunā Fārūq-e-A’am رَضِىَ اللهُ تَعَالٰی عَـنْهُobservava jejuns regularmente. (Manāqib ‘Umar Bin Al-Khaṭṭāb li Ibn Al-Jawzī, pp. 160)

Sete ou nove pedaços

A refeição de Amīr-ul-Mu`minīn, Sayyidunā Fārūq-e-A’amرَضِىَ اللهُ تَعَالٰی عَـنْهُera composta de sete ou nove pedaços no máximo. (Iḥyā-ul-‘Ulūm, vol. 3, pp. 111) (pesdaço de quem?)

 



Total Pages: 53

Go To